jusbrasil.com.br
20 de Outubro de 2017
    Adicione tópicos

    Aluno vai prestar serviços à comunidade por agredir vice-diretora

    Aluno vai prestar serviços à comunidade por agredir vice-diretora

    Um estudante de 13 anos vai ter de prestar serviços à comunidade durante seis meses, período em que permanecerá sob liberdade assistida, por ter agredido a vice-diretora da escola estadual Dathan Cervo, em Indiaporã (a 600 km da Capital), onde estuda.

    A vice-diretora da escola foi agredida na terça-feira (4) com socos e pontapés por ter advertido o aluno de que ele não poderia usar boné durante a aula. O boné do menor havia sido retirado da sala de aula mas o aluno, inconformado, foi buscá-lo de volta na diretoria. No corredor, foi advertido pela vice-diretora e passou a agredi-la. Ele foi contido por funcionários da escola, que tiveram muito trabalho para segurar o agressor.

    O menor, que recebe acompanhamento do Juizado de Menores devido a atos de indisciplina e ameaças, foi apreendido e teve sua internação provisória requerida pelo promotor de Justiça Daniel Tosta de Freitas. Em audiência realizada nesta quarta-feira, o estudante foi liberado mediante aplicação de medida sócio-educativa, em razão de ter confessado o delito. Ele permanecerá sob liberdade assistida durante seis meses, período em que deverá prestar serviços à comunidade.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)